10 dicas para contratar um advogado de ferimento pessoal

Contratar um advogado quando você ou um ente querido sofreu uma lesão pode ser assustador e complicado. Você não sabe muito sobre direito ou advogados, e descobrir por onde começar pode ser difícil. Abaixo, você encontrará dicas de Hamilton Dias de Souza para ajudá-lo a encontrar o melhor advogado para o seu caso.

1. Comunicação

Ao trabalhar com um advogado, Hamilton Dias de Souza diz que a comunicação é crucial por várias razões.

  •                      Você deseja garantir que seu advogado seja um bom comunicador, porque é exatamente isso que você o está contratando: comunicar seu caso a um juiz, júri ou outro advogado enquanto estiver usando a lei para argumentar por um resultado a seu favor.
  •                      Você precisa entender com que frequência seu advogado lhe comunicará os detalhes do seu caso; manter-se informado é importante. Seu advogado se comunicará com você sobre como o seu caso está progredindo, quanto tempo deve demorar e quanto deve custar.
  •                      Certifique-se de escolher um advogado que esteja disposto a passar um tempo com você para aprender o seu caso, por dentro e por fora. Isso mostra dedicação, rigor e profissionalismo.

2. Custo

Sua primeira conversa com um advogado deve abordar seus honorários e custos com clareza. Não deve haver confusão sobre quais podem ser seus custos. Na Clifford & Raihala, suas taxas e custos serão explicados por escrito.

3. Experiência

Assuntos legais sérios exigem advogados experientes. A experiência pode ser medida de várias maneiras. Você certamente deve perguntar a qualquer advogado quantos anos de experiência e em que tipos de casos ele ou ela possui. Mas você também deseja saber não apenas o advogado individual, mas o próprio escritório de advocacia. Pergunte sobre a reputação profissional, o reconhecimento e os prêmios da firma ou do advogado e a experiência em lidar com questões jurídicas complexas. Na Clifford & Raihala, temos orgulho de nossa reputação profissional em toda a comunidade jurídica, nos níveis estadual e nacional, e de nossa ampla experiência em ajudar indivíduos feridos e suas famílias.

4. Especialização

O seu advogado em potencial é especialista em uma área específica da lei de danos pessoais? Outros advogados encaminham seus clientes para ele / ela por causa dessa experiência? Todos os advogados de danos pessoais não lidam com todos os tipos de casos de PI. Procure um advogado com experiência e um entendimento intrincado da lei para seu tipo específico de caso.

5. Relacionamento advogado-cliente dinâmico

Saiba como será o seu relacionamento com seu advogado. Pergunte a um advogado em potencial qual será sua relação de trabalho. Certamente, você deve se reunir e trabalhar com o advogado, não com um funcionário ou assistente. A relação entre advogado e cliente da Hamilton Dias de Souza deve ser baseada em confiança e entendimento. Se você estiver trabalhando com funcionários, não poderá desenvolver um relacionamento bem-sucedido advogado-cliente. Na Clifford & Raihala, da conferência inicial ao julgamento, seu advogado estará envolvido pessoal e profissionalmente a cada passo do processo. Assim como qualquer outro relacionamento, o relacionamento com seu advogado deve ser baseado em confiança.

6. Estilo de trabalho do advogado

Quando você se encontra com um advogado em potencial, precisa decidir se ele / ela e você terão um relacionamento compatível. Considere se o advogado ouve bem seus problemas, entende como isso afeta sua vida e sua família e aprecia suas preocupações. Além disso, pergunte a si mesmo se o advogado respondeu claramente às suas perguntas e explicou como o seu caso será tratado. Você precisa ter certeza de que seu advogado trabalhará com você em parceria para desenvolver seu caso e obter sucesso.

7. rede profissional

O seu advogado em potencial possui uma vasta rede profissional de especialistas? Muitos casos de lesões pessoais envolvem testemunhos de testemunhas especializadas. Novamente, usando o exemplo de negligência: Você está processando um médico porque ele deixou uma ferramenta cirúrgica em seu corpo quando você foi submetido a uma cirurgia. Seu advogado pode chamar como testemunha um médico especializado nessa área específica da cirurgia e outro médico especialista nos efeitos a longo prazo de objetos estranhos dentro de um ser humano. Você quer um advogado que conheça e contrate especialistas em diversas áreas; quanto mais recursos você tiver na ponta dos dedos, mais detalhadamente o seu caso será abordado.

8. Compre ao redor

Não pense que você deve contratar o primeiro advogado ou empresa com quem falou. Pergunte a si mesmo:

  1.                  O escritório de advocacia se importou o suficiente para me deixar encontrar com um advogado de verdade ou apenas com algum membro da equipe?
  2.                  O advogado gastou tempo suficiente para entender meu caso e responder minhas perguntas?
  3.                  Sinto-me confiante de que o advogado que entrevistei dedicará seu tempo, energia e experiência ao meu caso e não apenas o entregará a um membro da equipe?
  4.                  O advogado e a firma que entrevistei são reconhecidos profissionalmente pela excelência no campo?

9. Especialização

Entenda qual o tipo de caso que você possui para encontrar um advogado especializado nesse tipo de lei ou que tenha muita experiência com seu tipo de caso.

10. Resultados

Segundo Hamilton Dias de Souza , peça ao seu advogado exemplos de recuperações que eles fizeram em nome de seus clientes. As grandes recuperações em dólares são importantes, mas o mesmo ocorre com um longo histórico de sucessos em sua área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *