Mercado imobiliário se adapta com a ajuda da tecnologia

Da busca inicial, passando pelo primeiro contato com o corretor, a visita ao decorado feita de forma virtual e até a assinatura digital do contrato. Hoje já possível comprar um imóvel de forma 100% online

Mercado imobiliário

Em tempos de pandemia e distanciamento social, o mercado imobiliário está se adaptando com a ajuda da tecnologia. Imobiliárias e incorporadoras lançam mão de ferramentas digitais que permitem com que os clientes realizem todo o processo de busca e compra de um imóvel de forma totalmente online, do atendimento inicial com o corretor à assinatura do contrato. 

URBS Imobiliária

Um exemplo é a URBS Imobiliária, uma das maiores empresas do setor em Goiás, que desde o mês de maio promove em Goiânia o Salão Imóvel sob Medida, um evento imobiliário totalmente virtual e que reúne centenas de imóveis residenciais e comerciais entre lançamentos, unidades em construção e de pronta entrega, todos com condições especiais.

O evento digital, que estará disponível na internet até julho, traz a apresentação dos imóveis por meio de visitas aos decorados no sistema de tour virtual em 360º, Rodada de Negócios em salas virtuais, dentre outras ferramentas tecnológicas. O atendimento pelo corretor e toda a negociação podem ser feitos de forma personalizada e também online. Para participar, o cliente poderá acessar o endereço mkt.urbs.com.br/imovelsobmedida ou então as páginas promocionais do evento nos portais Zap e Viva Real.

E neste cenário, companhias que já têm um projeto de inovação e digitalização estruturado ou já iniciado saem na frente diante desta nova realidade. É o caso da goiana Consciente Construtora e Incorporadora, que havia concentrado todos os seus processos comerciais, administrativos e de atendimento numa única plataforma 100% digital. “Desenvolvemos uma plataforma, chamada de Portal Consciente, em que todos que mantêm algum tipo de relacionamento com a empresa, sejam clientes, fornecedores, corretores parceiros, investidores ou colaboradores têm algum tipo de acesso a esse canal digital, que pode ser acessado a qualquer hora e de qualquer lugar”, explica Felipe Mellazo, gerente comercial da Consciente Construtora. 

Nesta plataforma, todo o processo de busca e compra do imóvel pode ser feito totalmente de forma online, inclusive com possibilidade de uso da assinatura digital. De acordo com o gerente comercial da Consciente, o sistema de reconhecimento de assinatura digital é associado ao IP de um dispositivo cadastrado previamente, ao CPF do cliente e todos os seus dados cadastrais. “A assinatura pode ser coletada de qualquer dispositivo ligado à internet, tablet, celular, notebook”, explica ao afirmar que a Consciente começou a usar a ferramente há pouco mais de 50 dias e neste período já foram assinados mais dez contratos de forma totalmente online. “Por enquanto estamos usando essa ferramenta somente para aqueles contratos que não requerem financiamento bancário, ou seja, contratos de compra e venda particulares e à vista. Mas a intenção é estender o uso dessa ferramenta a todos os tipos de contratos”, revela Felipe.

Vendas onlines já representam 80% das negociações da maior construtora do Brasil

Mesmo em tempos de pandemia, a MRV, plataforma de soluções habitacionais, tem conseguido resultados positivos. A companhia, que tem mais de 40 anos de mercado, chegou à marca de mais de 5,5 milhões de acessos ao seu site somente no mês de maio. Do seu total de leads, mais de 78% são virtuais, o que representa um aumento de 40% em relação a maio de 2019. Neste período, a companhia conquistou a marca 6,8 milhões de seguidores nas redes sociais.

MRV

Muito desse resultado, segundo Rodrigo Resende, diretor de Marketing e Novos Negócios da  MRV, se deve a sua rápida atuação ao momento em que vivemos. “Preparamos todos os nossos canais digitais para atender com eficiência o consumidor. Expandimos a atuação da nossa plataforma de vendas digital, o que possibilita que o cliente realize toda a jornada de compra de um apartamento remotamente. Para maximizar nossas vendas estamos realizando diversas campanhas, como o feirão nacional digital, com várias facilidades e grandes descontos”, conta o executivo.

A empresa aprimorou sua plataforma digital de vendas após a pandemia para que clientes de todo o Brasil possam comprar apartamentos remotamente de forma segura. De acordo com o  gestor comercial regional da MRV, Rafael Cássio, 98% das vendas feitas pela MRV em Goiás no mês de maio foram por meio digital.

Consumidores sentem facilidade

A assistente de departamento financeiro Jeniffer Faria Nascimento, de 23 anos conta que já tinha decidido comprar um imóvel pouco antes da decretação da pandemia. Ela diz que já estava fazendo visitas e simulações desde o começo do ano, aguardando o melhor momento para a compra. Quando a assistente decidiu efetivar a compra foi anunciada a suspensão das atividades do comércio por conta da necessidade do distanciamento social. Porém, a mudança no cenário não a impediu de concretizar seu sonho de adquirir a casa própria e ela optou pelo fechamento de um apartamento na região leste da capital, o Gran Atlanta, através da plataforma digital da MRV.

“A compra foi muito facilitada, com envio de dados por e-mail e assinatura digital pelo sistema. Todo o processo com a construtora está concluído e o crédito para o financiamento aprovado pelo banco. O processo é menos burocrático, elimina consumo de papéis, facilita o arquivamento e gestão de dados”, destaca. 

A pandemia também não impediu com que a motorista por aplicativo e de viagens particulares Nedra Moreira, de 34 anos, desse andamento ao seu sonho de ter o imóvel próprio. “Atualmente moro com a minha madrinha, mas sempre sonhei em ter meu próprio apartamento”, afirma a motorista. Ela decidiu pela aquisição em meio à pandemia e escolheu uma unidade do Gran Vitta, no Setor Progresso, em Goiânia. O contrato digital de Nedra já está assinado. “Foi uma ótima decisão, foi bem rápido e todo o processo foi feito online”, explica.  

Mesmo com a pandemia, ela conta se sentiu plenamente segura ao fazer o investimento e se diz satisfeita com a agilidade do processo feito de forma digital. “A compra do apartamento não comprometeu minhas reservas, porque sou muito controlada. Eu me planejei desde o início e isso contribuiu bastante”, afirma.

Tecnologia contribui para que mercado imobiliário continue em atividade-Foto:Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *